13 coisas sobre kardecismo que você talvez não saiba

//13 coisas sobre kardecismo que você talvez não saiba

13 coisas sobre kardecismo que você talvez não saiba

1. Nem todo mundo que frequenta centros kardecistas vê ou recebe espíritos.

Nem todo mundo que frequenta centros kardecistas vê ou recebe espíritos.
canalviva.globo.com

Na verdade, geralmente só recebe espírito nos centros quem é médium e, no caso, estudou para isso. Então não é só entrar no centro que alguém vai “baixar” em você. Os momentos em que os médiuns incorporam para realizar tratamento espirituais ou dar passe, por exemplo, não acontecem com a presença do público.

2. O passe não é dado por um espírito incorporado no médium.

O passe não é dado por um espírito incorporado no médium.
Reprodução / centroespiritavicentedepaulobauru.blogspot.com.br

Segundo os espíritas, o passe é uma transmissão energética feita por meio do médium. Na doutrina kardecista, em algum momento fora da sala de passe o médium incorpora o espírito, capta suas energias e as transmite para a pessoa atendida.

3. Além do passe dos dias que são abertos ao público, há a possibilidade ainda de passar por um tratamento que, segundo os espíritas, consiste em receber energias, e algumas vezes, algumas tarefas.

globoplay.globo.com

O que pode acontecer é um médium indicar alguma leitura, o Evangelho no Lar (que consiste basicamente em leituras e pedido de benção da água) ou recomendar algum tratamento espiritual (que pode ser o retorno para novas sessões em um centro).

4. Ser médium é uma escolha.

Para os espíritas, todas as pessoas têm o dom da mediunidade, porém em diferentes graus. Aos que têm um grau maior de mediunidade, é indicado que se trabalhe e desenvolva o dom, porém não é obrigatório.

5. Nem todo mundo foi a Cleópatra em outra encarnação.

Nem todo mundo foi a Cleópatra em outra encarnação.
gnt.globo.com

Na verdade, segundo os espíritas, a maioria das pessoas são a reencarnação de figuras comuns de épocas passadas.

6. Os espíritas usam muita matemática para explicar a reencarnação.

Os espíritas usam muita matemática para explicar a reencarnação.
Divulgação / redeglobo.globo.com

Segundo a doutrina espírita, existem vários mundos e planos em diferentes escalas de evolução e a Terra é um planeta de “provas e purificação”. Para os espíritas, o nosso planeta conta com 7 bilhões de espíritos encarnados (as pessoas que estão vivendo no mundo) e 24 bilhões de desencarnados, que podem estar no plano espiritual esperando para voltar, ou então já se purificaram e seguem ajudando a evolução dos demais.

7. Para os espíritas, a função da doutrina é “a evolução e aprimoramento espiritual”.

E ela se dá por meio de instrução espiritual, do trabalho espiritual e da caridade. As duas bases da doutrina são o amor e a caridade. Porém eles lembram que isso não significa que todo espírita é bonzinho, isso é uma questão de caráter e de como as pessoas vivem sua crença.

8. Kardecistas acreditam em Deus, sim.

Kardecistas acreditam em Deus, sim.
memoriaglobo.globo.com

O espiritismo é uma religião cristã, pois acredita em Cristo e usa seus ensinamentos. Para eles existe um único Deus onipotente, onipresente onisciente. Porém ele não tem uma forma, como na Igreja Católica, onde as pessoas foram criadas à sua imagem e semelhança e onde Deus é retratado como uma figura paterna.

9. Algumas das orações são bem parecidas com as da Igreja Católica.

Tanto o “Pai Nosso”, como a “Ave Maria” são sempre rezadas pelos espíritas, às vezes com algumas pequenas alterações. Além das duas mais conhecidas, alguns espíritas rezam a Oração de São Francisco.

10. Todo kardecista estuda muito.

A prática do espiritismo kardecista consiste em estudar muito, tanto que todos os centros contam com uma boa biblioteca, um salão para palestras, salas para aulas de doutrina espírita e mediunidade.

11. Todo mundo tem uma função e tudo tem um dia certo para acontecer.

Os centros contam com presidente, tesoureiros, secretários, bibliotecários e uma programação com dias certos para passe, estudo, trabalhos sociais e assim por diante, o que faz com que o centro pareça um lugar completamente diferente a cada dia.

12. Não existe uma obrigatoriedade de idas aos centros e você pode ser espírita sem frequentar nenhum.

Quem é assistido, ou seja, apenas frequenta o centro, vai cerca de uma vez por semana para tomar o passe ou passar por algum tratamento espiritual. Já quem é médium e trabalhador do centro, vai pelo menos duas vezes na semana para cumprir suas funções. Nada impede porém que você pratique a doutrina da sua casa.

13. Alguns livros são praticamente obrigatórios na vida dos espíritas e a maioria deles foi psicografado por médiuns.

Entre eles estão “O Livros dos Espíritos”, “O Livro dos Médiuns”, “O Evangelho Segundo o Espiritismo”, do Allan Kardec, “Nosso Lar”, “A Caminho da Luz”, “Paulo e Estevão” e “Há 2000 Anos”, do Chico Xavier. Além dos livros, alguns nomes são conhecidos por todos como os médiuns Divaldo Franco, Luiz Antonio Gasparetto, Zíbia Gasparetto, João de Deus e Waldo Vieira.

Content retrieved from: https://www.buzzfeed.com/irangiusti/13-coisas-sobre-espiritismo-kardecista-que-voce-talvez-nao-s.

By |2016-06-17T00:37:11-03:00junho 17th, 2016|Pop|0 Comments

About the Author:

Leave A Comment